Gestão de Pessoas

Num mundo em acelerada mutação e num contexto económico cada vez mais global, as organizações devem acentuar esforços no sentido de melhorar os seus índices de competitividade. Para o conseguir deverão antes de mais garantir que contam com Colaboradores motivados, orgulhosos da missão e dos valores compartilhados, porquanto é deles que a organização depende, quase única e exclusivamente.
Pesquisas recentes, indicam que colaboradores com baixos índices de motivação, utilizam somente 10% de sua capacidade de produção. No oposto, em organizações com colaboradores motivados este mesmo índice pode chegar a 70%.
As empresas precisam portanto de manter os índices de motivação dos seus colaboradores ao mais elevado nível possível, elegendo-os mesmo como os principais indicadores do resultado da actividade da Gestão dos Recursos Humanos.
Cabendo ao Lider a missão de gerar os resultados pretendidos pela organização, ressalta como condição básica a focalização nas pessoas, no seu fortalecimento, valorizando-as, destacando atitudes e comportamentos pró-activos, contribuições e intenções positivas, agregando efectivo valor à gestão, criando condições e motivos para que as pessoas se sintam felizes e reconhecidas, num clima de confiança e parceria.

Confrontadas em permanência com o desafio de aprender e actualizar o “Saber Fazer”, o “Saber Estar” e o “Saber Ser”, para as organizações e também para os colaboradores individualmente, a formação no domínio da gestão dos recursos humanos é portanto fundamental.

Coordenador(es):
Dr.ª Florinda Ladeira